7 mudanças necessárias para construir as salas de aula do futuro

47

A educação é algo que está semprepassando por constantes transformações. O objetivoé melhor adaptar-seàs gerações que estão passando por essa fase e também para que possa melhor atender as próximas gerações emsala de aula. No atual período em que vivemos, há uma grande demanda dealterações, que precisam ser aplicadas para que a educação não se torne algo obsoleto. Apresentamos agora algumas tendências e mudanças necessáriasao ambiente escolar.

1. Maior integração digital

Existe uma tendência de aposentar o papel, que aos poucos vai ficando ultrapassado.Os recursos digitais são a grande inovação e, atualmente,deve haver uma integraçãodo que é impresso e o que é digital, em todos os âmbitos da educação,se justificando até mesmo no momento da alfabetização.

As ferramentasdigitais promovem muito mais dinamismo e maior participação detodos os envolvidos. Nãose trata de uma substituição geral,o que deve haver é uma conciliação entre o novo e oantigo, de forma que o universo dos alunos e o universo escolar conversem em umamesma língua.

2. Mudar a forma de transmitir conhecimento

Muito se tem discutido, hoje em dia, sobre como deve ocorrer o aprendizado dos alunos. Nãobasta apenas passar o conteúdo paraos alunos e simplesmente dar por encerrado. O ideal é promover discussões, avaliar o que o está sendotransmitido para os estudantes, o porquê de eles estarem aprendendodeterminado tema e como eles irão aplicar o que aprenderam na prática.Isso é muito importantepara ajudar a estreitar os laços professor-alunoe também a relação instituição-aluno.

3. “Gameficação” das aulas

Trazer os games para as aulas é uma forma de demonstrar uma grande interação digital, seja por meio de simulações, games sociais ou imersão real e/ou emocional.Desta forma, a aula fica mais interativa, dinâmica e divertida, captando a total atenção dos alunos.

Neste aspecto, alguns cuidados precisam ser tomados para que as aulas e os assuntos abordados não percam seu viés de seriedade. Aqui, o fator econômico também deve ser avaliado,para que a escola obtenha uma boa relação custo/benefício.

4. Conectividade

Promover uma maior conectividade no ensino pode seruma grande vantagem para a educação. A conexão garante que o conteúdo aprendido não fique apenas no plano “físico”, mas que reverbere também para o plano “sócio digital”.Assim, o conteúdo abordado se torna vivo. Isso pode ser feito de diversas formas, seja pelas redes sociais, como o Facebook e o Twitter e até mesmo pela criação de sites de conhecimento crowdsourced, como o Wikipedia.

5. Transparência

Uma escola que transmite transparência é uma escola que consegue muito bem dialogar com as geraçõesatuais e com as que estão por vir.A transparência acarreta num achatamento dos níveis hierárquicos e estreita cada vez mais as relações entre os indivíduos, promovendo uma maior igualdade e cooperaçãoentre todas as partes envolvidas na comunidade escolar, como os pais, professores, alunos e a própria instituição de ensino. Dar voz a todos é algofundamental nos dias de hoje.

6. Lugar

Aqui, não estamos nos referindo a questões de infraestrutura, mas sim dos lugares para onde os alunos estão levandoo conteúdo aprendido. Gestores escolares devem se perguntar como os alunos estão aplicando o que aprendem.Os ensinamentos que estão sendo dados podem contribuir para transformar o mundo?Afinal, conhecimento é poder e poder é a capacidade de mudar.

7. Autodidatismo

Pode até parecer curioso, mas muitas pessoas estãoávidas por mais aprendizadoeestão buscando aquilo que desejam. Tanto que o autodidatismo é considerado uma das, se não a maior, tendênciapara o futuro da aprendizagem.Hoje, esses alunos que buscam seu próprio aprendizado valorizam o que estão aprendendo.Essa nova vertente estimula a autodisciplina das pessoas e também sua vontade de aprender.

Você ainda tem dúvida de que a escola precisa mudar e sobre como isto pode ser  feito? Deixe sua opinião nos comentários!

wello_banner-conversar-com-especialista_750x125 wello (2)