Sala de aula invertida: O que significa? Como implementar na minha escola?



A sala de aula invertida não é um modelo em que se troca as mesas de alunos e o quadro do professor de lugar ou qualquer outro objeto em sala de aula. Essa nova modalidade de ensino consiste em inverter o uso da sala em relação ao seu uso tradicional.

Por exemplo: no ensino tradicional, os alunos assistem às aulas em salas e realizam as suas atividades solitariamente em casa, como trabalhos e deveres. Na prática da sala de aula invertida, acontece o contrário: os alunos assistem às aulas em casa, através de recursos digitais, como vídeoaulas, arquivos de áudio e slides, indo à sala de aula para discutirem, aplicarem os conceitos e fazerem os deveres e os trabalhos com os outros alunos.

Já ouviu falar no conceito educacional de “sala de aula invertida” ou “flipped classroom”? Veja algumas dicas para implementar a sala de aula invertida e confira inúmeras vantagens elencadas pelos que defendem esse modo de aprendizado!

Vantagens

? Os alunos aprendem melhor quando controlam quando, como e onde aprendem;
? O material produzido é disponibilizado, ficando acessível para os alunos por tempo indeterminado;
? Os encontros em sala de aula são utilizados para a colaboração, a discussão e a assimilação dos conteúdos transmitidos.

Como implementar
Usar ferramentas digitais

O professor deve ter conhecimento de diversas ferramentas digitais, para que possa fazer uso delas e transmitir os seus conhecimentos de variados modos para os alunos. O conteúdo pode ser transmitido e armazenado nas seguintes plataformas:

? Google Drive;
? Dropbox;
? Facebook;
? Twitter;
? Youtube;
? Slideshare;
? Sites Wiki;
? Blogs;
? Podcasts.

Gravar as aulas em tempo real

Aproveite as aulas presenciais e tradicionais para gravá-las e fazer uma compilação de conteúdos do semestre e até mesmo do próprio ano letivo. Você pode disponibilizar os vídeos para os alunos repassarem os conteúdos já vistos com você e para você ter as aulas gravadas para implementar o aprendizado com os seus próximos alunos nos anos letivos vindouros. Será incrível ter ensinamentos gravados, prontos para serem passados aos estudantes!

Trabalhos e deveres periódicos sobre os conteúdos transmitidos
Já que o aluno terá toda a liberdade de assistir as aulas no conforto de sua casa, em contrapartida, ele deverá ser cobrado e testado se está de fato acessando o conteúdo disponibilizado. Isso significa que os encontros em sala de aula deverão colocar em pauta, justamente, os últimos conteúdos transmitidos.

Provas, testes, trabalhos e discussões em grupo são alguns dos recursos presenciais que certificam se os alunos estão acompanhando as aulas. Esses recursos não devem ser deixados de lado, pois somente assim alguns estudantes se engajam no acompanhamento das matérias e dos conteúdos.

Certamente, essas mudanças pedagógicas exigem planejamento, profissionais compromissados e um treinamento com os alunos, que a partir de então, passarão a regular os seus próprios horários e as suas próprias obrigações. Essa mudança de paradigma tende a torná-los mais responsáveis e mais empoderados do próprio processo de obtenção de conhecimento.

O que você achou do conceito e da prática da sala de aula invertida? Deixe seu comentário!

banner-captação-alunos

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

3 comentários em “Sala de aula invertida: O que significa? Como implementar na minha escola?”

  1. Acho que vale a pena trabalhar desta forma. Trabalho de um modo muito parecido, quando passo um trabalho para meus alunos, explico o roteiro e os levo para o laboratório de informática, com internet, para que os mesmos pesquisem, salvem e selecionem links sobre o assunto em pauta. Daí, eles tem até a aula seguinte para concluir seus trabalhos. Concluído os trabalhos, o passo seguinte é retornar à sala de aulas para debatermos sobre os mesmos e dirimir dúvidas e responder perguntas. Depois cada equipe elabora faz de três a cinco perguntas para as outras equipes e caso estas não respondam ou respondam errado, as equipes que fazem a pergunta devem responder certo. Os alunos gostam e participam bastante das aulas. Enfim, tudo que é novo deve ser posto em prática para podermos monitorar e corrigir os eventuais desvios do processo de ensino-aprendizagem, caso contrário, não teremos como saber se tal método ou técnica utilizado vale a pena ser empregado. Parabéns pelos materiais postados.
    Atenciosamente;
    Jorge Ney Esmeraldo
    Professor do IFMG – Campus Ouro Preto
    (31)98340-6779

    Responder
    1. Author Image WPensar disse:

      Olá Jorge! Obrigado por tem compartilhado conosco a forma como você trabalha com seus alunos, usando como exemplo a sala de aula invertida! Parabéns pelo exemplo!

      Responder

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Toda semana artigos sobre educação diretamente no seu email


Pronto para economizar tempo e aumentar seu poder de gestão?

Sistema de Gestão Escolar Inteligente

Sistema WPensar

CONHEÇA O WPENSAR


Aprenda sobre Gestão Escolar com nossos materiais educativos!

Potencialize suas habilidades de gestor

Materiais WPensar

BAIXE GRÁTIS




Assine e receba nossos posts direto no seu email