Música e aprendizado – como aumentar o interesse pelas disciplinas?



A música está presente na vida de toda criança desde cedo: ouvindo cantigas de ninar, canções educativas em programas infantis, e até no som de casa quando os pais escutam seus artistas preferidos. Todos sabem que a música é capaz de trabalhar com sentimentos e incentivar ações, e é comum até na vida adulta tomar proveito desses benefícios para buscar alegria, um som mais agitado para momentos de exercício físico ou dança, e até mesmo criando um ambiente tranquilo para relaxar.

Estudos continuam tentando entender as formas como a música pode auxiliar diretamente no aprendizado e até mesmo na hora de buscar concentração para estudar. Alguns benefícios da música no desenvolvimento da memória e linguísticas já são conhecidos e certas práticas podem ajudar a implantar melodias na sala de aula e auxiliar no aprendizado de alunos.

Nesse artigo, vamos mostrar como você pode usar os benefícios da música para aumentar o interesse dos alunos pelas disciplinas da escola e aumentar o aprendizado. Acompanhe! 

Os benefícios da música

Como a percepção auditiva é desenvolvida com o exercício da audição e o reconhecimento de sons, a música não traz só benefícios para crianças. Suas vantagens podem ser usufruídas durante qualquer momento da vida. Podemos destacar algumas formas com que a música ajuda no aprendizado:

  • Cria um ambiente positivo e animado;
  • Aumenta a atenção e o foco;
  • Diminui a tensão;
  • Gera inspiração e motivação;
  • Faz com que a experiência se torne mais divertida;
  • Une o grupo com foco no aprendizado;
  • Melhora fala e a compreensão auditiva;
  • Cria a experiência de um aprendizado multissensorial;
  • Aumenta o vocabulário através das letras;
  • Exercita a memória.

Esses benefícios são notados através do uso da música para crianças, adolescentes e adultos. Mesmo quando mais velhos, é comum escutarmos artistas de determinados gêneros para relaxar depois de um dia de trabalho, trazer lembranças vivas de momentos passados ou focar no trabalho quando necessário. O mesmo funciona na educação e é possível identificar alguns desses benefícios usados em escolas de idiomas, que se aproveitam da música para fazer com que alunos aumentem seus vocabulários, exercitem a pronúncia, e se mantenham animados durante as aulas.

A música na sala de aula

Existem maneiras universais de introduzir a música na sala de aula que se mostram efetivas e trazem benefícios para o aprendizado. Algumas delas auxiliam na memorização de informações, enquanto outras são responsáveis por criar um ambiente propício para o tema tratado. 

Reforçando informações

O uso de músicas que trabalham rimas e ritmos com diferentes melodias, usando conteúdo da disciplina, ajuda na memorização do material. Essa prática pode ser aplicada a qualquer tipo de informação: desde “países da América do Sul” até “valores da tangente de ângulos trigonométricos”, transformar dados essenciais em música faz com que alunos consigam buscar as informações enquanto cantam as rimas.

Ambientando o tema

Outra forma de usar a música para melhorar o aprendizado é através da ambientação. Muitos professores optam por deixar melodias em segundo plano enquanto explicam a matéria, usando-as como uma trilha sonora para o aprendizado e ligando as informações passadas à música, enquanto criam um ambiente mais relaxado e animador. 

O importante é entender que músicas também contam histórias: seja pelos instrumentos usados ou pela batida do ritmo, cada som é relacionado com uma área de estudo, um tempo, ou um povo. Professores de história podem usar músicas típicas indígenas enquanto explicam a história do Brasil, enquanto os que ensinam física podem trabalhar com sons eletrônicos ao calcular a tensão elétrica em um exercício. As possibilidades são infinitas. 

Expressão pessoal e corporal

Como a música fala diretamente com sentimentos e lembranças, ela auxilia diretamente na expressão pessoal dos alunos. Na hora de buscar criatividade para escrever textos, exercitar a criação artística e refletir sobre assuntos complexos. Como melodias específicas ajudam a reduzir a tensão e a eliminar a fadiga, estudantes ficam mais propensos a entender temas mais complicados de maneira que a atividade não seja exaustiva. 

Os benefícios de manter a mente ativa e saudável também são estendidos para a expressão corporal e os exercícios físicos: a música incentiva atividades como dança e faz com que os alunos sejam motivados a manter uma vida saudável. 

A educação ganha vida

O uso da música na sala de aula faz com que a educação ganhe vida, torne o aprendizado mais interessante e deixe os alunos engajados. Um bom exemplo prático disso, pode ser visto nesse vídeo do professor de química Silvio Predis, que ensina a matéria criando músicas com o conteúdo. O “Funk da Pilha”, como é conhecido o vídeo, já teve mais de 1 milhão de visualizações no Youtube e mais de 300 mil compartilhamentos no Facebook e virou uma referência de inovação em sala de aula através da música. Assista:

Viu? Experimente usar estas sugestões na sala de aula e veja o interesse dos seus alunos aumentar consideravelmente.

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

1 comentários em “Música e aprendizado – como aumentar o interesse pelas disciplinas?”

  1. Author Image becker disse:

    Bom Dia,

    que texto lindo!
    Eu sei o quão legal é ter um blog!

    Tenho escrito sobre Gmail Entrar no blog Revista Ícone Gmail

    Beijos!

    Responder

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email