5 modos de complementar as suas aulas com o ensino à distância com EAD



Não é novidade que a tecnologia está no DNA dos jovens e do cotidiano de quase todas as profissões atualmente. Contudo o uso negligente da tecnologia pode não agregar nada. Assim como diversos aprendizados, o uso correto desses recursos também deve ser aprendido na escola e em casa. E para ajudar nessa tarefa, uma plataforma de ensino à distância tem muito a contribuir! Aqui vão alguns exemplos.

1 – Correção instantânea de deveres de casa.

O professor pode elaborar diversos tipos de deveres de múltipla escolha e optar se quando concluídos, o aluno poderá ver seus erros e acertos. Isso pode ajudá-lo a identificar os pontos fortes e fracos da matéria e se focar seus esforços sem precisar esperar até a próxima aula para verificá-los. Adicionando um cronômetro ao exercício, o professor pode também montar quizzes onde os alunos precisarão responder sob um limite de tempo, valendo nota ou não.

 

2 – Relatórios de desempenho de cada aluno.

Uma plataforma de ensino à distância pode registrar quais foram os conteúdos acessados e gerar um relatório do desempenho dos alunos em cada exercício e teste proposto pelo professor. Em casos de turmas muito grandes, estes registros de desempenho individualizados ajudam a refinar os critérios de participação e de avaliação dos alunos.

 

3 – Ambiente de perguntas e respostas 24 horas por dia.

Um ambiente de perguntas e respostas é uma solução prática para o professor oferecer um suporte aos alunos que demonstram interesse e precisam deste reforço. A sua flexibilidade permite que o professor escolha trabalhá-la em tempo real – combinando horários e dias em que se disponibiliza online – ou de forma assíncrona, como um canal social compartilhado entre professores a alunos.

 

4 – Fóruns de discussão.

Uma forma de estimular que o aluno busque informações adicionais às propostas é usar os fóruns de discussão. A participação nos tópicos propostos estimula que os alunos troquem conhecimento e ainda pode ser usado como uma forma de avaliar o interesse em partes específicas da matéria. Se um assunto apresentou ser mais interessante, ele pode ser mais aprofundado futuramente, visando aproveitar esse interesse em especial.

Aqui vai uma dica! Para aquecer um fórum, pode ser preciso um incentivo, como pontos extras a quem apresentar bons argumentos, novos pontos de vista ou materiais complementares interessantes. Comunicar que estes novos conteúdos poderão ser usados em futuras avaliações também estimulará o acompanhamento regular do fórum.

 

5 – Não brigue com os smartphones. Use-os em trabalhos em grupo e debates.

Os alunos não desgrudam dos aparelhos? Então por que não usar também? Conteúdos desenvolvidos ou pré-selecionados para uma atividade ou debate em grupo podem ser bem mais facilmente acessados com smartphones e tablets.

Apresentações em powerpoint, gravações de áudio, digitalizações de reportagens e artigos acadêmicos entre outras fontes de pesquisa poderão enriquecer os debates e trabalhos em grupo. Imagine a cara dos alunos quando você chegar em sala e falar “peguem seus smartphones e tablets, a aula vai começar”.

 

Estas propostas podem, dependendo do perfil da turma, parecer utópicas na prática. Mas com algumas medidas para manterem os alunos no caminho certo (sem as tentações e distrações) podem estimular um uso mais responsável das tecnologias em sala de aula. Aqui vão 4 sugestões:

A – Explique as regras do jogo: O uso das ferramentas deve obedecer a um plano de aula que as incorpore. Assim que montar este plano, explique o momento e a forma como serão usados os celulares, tablets, laptops, etc.

B – Oriente na hora da verdade : Quando usar os gadgets em sala, limite o tempo e a quantidade de aparelhos por grupo que poderão ser usados, para que eles aproveitem da forma adequada. Avise claramente as consequências do mal uso dos aparelhos e só então parta para as atividade.

C – Esteja presente: Veja de perto como os alunos estão usando os aparelhos. Investigue os sites que usaram para buscar o conteúdo e sugira fontes confiáveis de pesquisa.

D – Exiga resultados: Demande que produzam algo, como uma apresentação ou um resumo. O seu envolvimento pessoal e a meta estipulada trarão objetivo e comprometimento para a aula.

 

Gostou das dicas? Saiba mais sobre EAD e como uma plataforma de ensino online pode incrementar o seu negócio no site do Edools.

Pedro Ivo está no último semestre de administração, é formado em publicidade e propaganda e pós-graduado em gestão empresarial e marketing. Já trabalhou com direção de arte e atualmente é consultor de Marketing na Edools.

 banner-captação-alunos

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email