O papel do diretor no ambiente escolar



Ser diretor de uma escola é muito mais do que ter a sala mais temida pelos alunos, também é desempenhar funções administrativas. O papel do diretor envolve tanto o gerenciamento dos recursos, compras, fornecedores, como o atendimento de alunos, pais, funcionários e comunidade.

Muitas vezes o erro de uma má gestão escolar começa pela escolha do diretor. A função geralmente é ocupada por professores sem nenhuma experiência em administração, ou o contrário, alguém egresso do mundo de negócios sem visão pedagógica. Em outros países, como nos EUA, já é possível encontrar a figura do auxiliar administrativo, que visa auxiliar o diretor com as burocracias de recebimento, pagamento e afins, enquanto este dá mais ênfase no ensino. Aqui no Brasil não há nenhum treinamento voltado para esta função e o desafio é encontrar uma pessoa que domine esses dois universos.

A função do diretor é, basicamente, zelar pelo estabelecimento, oferecendo salas em condições, bibliotecas abastecidas, espaço para esporte, lazer e segurança. Também é primordial que o diretor saiba lidar com os alunos, crie um Plano Pedagógico e interprete os resultados, traçando melhorias e objetivos. Cabe a ele, junto ao quadro de professores identificarem as falhas de aprendizado e evitar a evasão de alunos. Aulas de reforço e auxilio psicológico também devem fazer parte dos serviços prestados. Qualidade no ensino significa crescimento, logo, mais matrículas e maior receita.

Como líder, o diretor deve analisar dados e traçar um plano claro de funções e metas. Ele deve contar com uma equipe comprometida e de confiança a quem possa delegar tarefas. Os professores terão autonomia em sala de aula e serão responsáveis, junto com a equipe, pelos resultados. Contando com um time de apoio, o diretor divide sua rotina entre as atividades listadas acima mais, atendimento aos pais e comunidade, supervisão do RH, estimular a reciclagem e aquisição de conhecimento dos docentes, criar normas e calendários, preços praticados e margens de lucro, acompanhar o fluxo de caixa e necessidade de compra de materiais. Em algumas escolas ainda fica a cargo deste o gerenciamento dos suprimentos e dia-a-dia da cantina ou refeitório. Essas são algumas das principais funções atribuídas ao diretor da escola. No desenrolar do ano letivo, essas responsabilidades se desdobram em muitas outras.

Em suma, o diretor é a pessoa que serve de referência para todos inseridos no ambiente educacional. É uma pessoal flexível, que discursa, mas também escuta e que atua estrategicamente dentro das salas de aula sem deixar de lado as burocracias financeiras. Traça planos, analisa resultados e redefine metas. Os erros de uma má gestão escolar acontecem quando se prioriza apenas um dos lados da balança e negligencia o outro.  O equilíbrio entre pedagógico e administrativo é o ponto certo para o sucesso de uma instituição.

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Você sabe o que é um sistema de gestão escolar?

Leia o artigo completo


Destaque do mês

Evento online e gratuito


Direito para escolas | 1ª edição

Direito para escolas | 1ª edição



Assine e receba nossos posts direto no seu email