Mensalidades atrasadas – Veja 7 passos para sua escola ou curso receber dentro do prazo



A inadimplência é um grande problema enfrentado pelas instituições de ensino. Afinal, toda escola depende do pagamento das mensalidades dos alunos no prazo para que tenha saúde financeira. Essa é uma contrariedade inevitável. Porém, tomando algumas medidas preventivas, é possível minimizar a ocorrência da inadimplência. Descubra como nesses 7 passos:

1. Pesquise o histórico dos responsáveis pelo aluno

Consulte o nome dos responsáveis pelo novo aluno por meio de seu CPF ou CNPJ. Essa pesquisa pode ser feita no SPC e Serasa. Dessa forma, caso o responsável possua alguma restrição, você poderá escolher uma forma de pagamento que dê mais segurança à escola.

2. Seja claro no ato da matrícula

Quando o representante de sua escola ou curso fechar o contrato com o responsável, certifique-se como serão explicadas todas as etapas do contrato e os compromissos que o responsável estará assumindo.

Há cursos, por exemplo, cujo valor total é dividido em 12 parcelas, porém os alunos não têm aulas em julho, dezembro e janeiro. É essencial, nesse caso, explicar ao responsável que a divisão em parcelas é feita para facilitar o pagamento por parte dele. Sendo assim, as parcelas terão um valor menor do que se fossem mensalidades. O representante de sua instituição deve deixar bem claro que trata-se de parcelas e não de mensalidades. Isso deve ser esclarecido no ato da matrícula, para que não haja problemas posteriores.

3. Escolha criteriosamente as formas de pagamento

Existem formas de pagamento que são mais seguras, como cartões de crédito e boletos. Os cartões responsabilizam-se pelas dívidas, caso o responsável pelo aluno não pague as mensalidades. E os boletos contêm juros e multa, o que inibe o atraso. Além disso, boletos podem ser protestados. Tome cuidado com cheques: use essa forma de pagamento apenas com pessoas que já trabalham com a escola há um tempo considerável e nunca causaram problemas financeiros.

4. Prepare-se para os períodos de sazonalidade

Nos três primeiros meses do ano, geralmente, a inadimplência é maior. Em janeiro, por exemplo, muitos pagam IPTU, IPVA, material escolar, etc. Tenha seu fluxo de caixa preparado sempre, mas sobretudo nesses meses, para evitar enfrentar problemas financeiros indesejados.

5. Tenha um sistema de gestão escolar

Se sua instituição possuir um sistema de gestão escolar, você terá um controle preciso de todos os alunos que se encontram inadimplentes, há quanto tempo a inadimplência ocorre e assim poderá ser proativo, agindo imediatamente, entrando em contato com os responsáveis a partir do primeiro dia de atraso.

6. Tenha um protocolo de cobrança

Institua um regulamento de como deverá ser feita a cobrança em sua escola. No primeiro dia de atraso, é viável enviar um e-mail avisando o responsável. Caso isto não surta efeito, entre em contato através do telefone. Tenha em mãos um plano de pagamento pronto para discutir com o devedor com datas fechadas, para evitar que ele não se comprometa com suas obrigações. Se não conseguir entrar em um acordo, tome as medidas que julgar cabíveis.

7. Procure saber o que ocasionou o atraso

Estamos em um período turbulento na economia brasileira. Verifique o motivo do atraso. Procure fazer o possível para conservar o bom relacionamento com o responsável. Caso a questão seja desemprego, pense em meios alternativos para o responsável pagar. Quem sabe sua escola não esteja precisando de um serviço que ele pode prestar?

Embora a inadimplência seja um contratempo que as escolas não podem evitar, manter o setor financeiro da escola em perfeita ordem garantirá que você tome providências assim que o atraso acontecer, o que aumenta as chances de receber dos responsáveis.

 

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email