Empreendedorismo na escola

Como levar o empreendedorismo para as salas de aula



Nos dias de hoje não basta apenas ter vontade para se tornar um empreendedor. Para chegar ao sucesso, é preciso contar com a orientação e a preparação adequadas. Qual é, então, o papel da escola nesse contexto? Sabemos que a escola deve preparar o aluno para ser um cidadão consciente e autônomo. Assim, é também na escola que deve começar a preparação para o empreendedorismo.

Baixe o material: Ebook Como inovar sua instituição de ensino com tecnologia educacional

 

Por que trabalhar o empreendedorismo na escola?

 

A missão de uma escola é formar cidadãos para o mundo. Assim, entende-se que ela deve formar em seus alunos as competências necessárias para que eles sejam adultos bem-sucedidos. Ou seja: as aulas de empreendedorismo na escola são um diferencial na preparação para o mercado de trabalho. Quando adultos, alunos que receberam noções de empreendedorismo têm mais condições de atingir o sucesso em suas carreiras.

Além de preparar para o futuro no mercado de trabalho, a educação empreendedora traz benefícios imediatos às crianças e jovens. É através dela que os alunos podem ser estimulados a ter ideias criativas, persistência, comprometimento e autoconfiança.

Leia mais: conheça 8 habilidades que os estudantes devem ter para o futuro!

 

Como levar o empreendedorismo para dentro da escola?

 

Para conseguir levar o empreendedorismo às salas de aula, a escola precisa adotar algumas posturas diferentes. Em primeiro lugar, é preciso favorecer metodologias de ensino criativas, em vez de insistir em aulas antiquadas. Nesse processo os recursos tecnológicos podem ser grandes aliados, já que o aluno também precisa se adequar às novas tecnologias.

Também é fundamental capacitar o professor para que se consiga incluir o empreendedorismo na educação. O docente deve estar apto a trabalhar a interdisciplinaridade e as tecnologias mais modernas em suas aulas, o que exige um treinamento específico.

Quando há um professor com o perfil adequado, pode-se até incluir na grade de horários uma disciplina de empreendedorismo, dedicada exclusivamente a incentivar esse tipo de prática. Entretanto, mesmo que haja essa disciplina, todos os professores devem abordar o assunto em suas aulas, da maneira que for mais adequada às suas matérias. O incentivo ao empreendedorismo deve ser uma causa de toda a escola: alunos e professores precisam estar engajados.

 

Saiba mais sobre o assunto: conheça as habilidades que um professor moderno deve ter!

 

Que conteúdo deve ser trabalhado em aulas de empreendedorismo?


O planejamento do conteúdo de uma aula de empreendedorismo deve partir da ideia de transformar a realidade em que os alunos se inserem. É preciso que o professor sempre tenha uma visão realista e baseada em exemplos. A aula também precisa ser estimulante, e para isso é possível propor projetos e atividades práticas. Assim, os alunos conseguem desenvolver uma visão estratégica, perseverança e planejamento.

 

Acesse: Inscrição no blog

A sua escola já trabalha o empreendedorismo? Conte pra gente nos comentários! Se você gostou, compartilhe esse artigo com seus amigos!

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

4 comentários em “Como levar o empreendedorismo para as salas de aula”

  1. na realidade amo essa ideia de empreenderismo na educação, pois ajudar a dar cada valor a cada aluno com saus ideias e tambem ensinar que certos desafios são pra aprendizagem.onde inovar e aprender a aprender sempre é valido

    Responder
  2. Author Image Paulina disse:

    SIM, SOU PROFESSORA DO ENSINO FUNDAMENTAL I E A ESCOLA QUE TRABALHO DESENVOLVEU UM TRABALHO COM OS ALUNOS, E A CULMINÂNCIA FOI A PRIMEIRA FEIRA DO PEQUENO EMPREENDEDOR FOI UM TRABALHO DESENVOLVIDO COM OS ALUNOS DO 1 AO 5 ANO, ENVOLVENDO MUITA TEORIA E PRATICA SOBRE EMPREENDEDORISMO, ONDE CADA TURMA PRODUZIU UM PRODUTO QUE FOI COMERCIALIZADO NA FEIRA. FOI MUITA APRENDIZAGEM EM FORMA DE LEITURA, CRIATIVIDADE E DIVERSÃO. FOI UM SUCESSO!

    Responder
  3. Author Image Adriele disse:

    Minha escola preparas os alunos des de o primeiro ano até o sexto onde os alunos trocam empreendedorismo por matematica financeira. Inclusive a feira cultural desse ano tratou esse tema.

    Responder
  4. ola ,boa noite.
    ainda não estamos trabalhando mais eu achei uma ideia fantástico que isentivos pra crianças , e adulto ter mais criatividades no dia a dia .

    Responder

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email