Como cortar custos em sua empresa



custos
A virada do ano é um período de muito trabalho para as empresa e é nessa época que devemos analisar os balancetes dos 365 dias passados e definir novas metas de curto e longo prazo. Tendo em mãos relatórios com os objetivos e os resultados alcançados, é hora de fazer tudo novamente.  Um item recorrente e de grande importância, é a redução de custos de maneira sustentável, a fim de aumentar a margem de lucro, ter melhor posicionamento no mercado e prestar serviços mais competitivos.

Tendo em vista que todos os setores de uma empresa podem colaborar para diminuição dos custos, listamos abaixo algumas dicas de como chegar lá.

GESTÃO 

Tudo começa no setor responsável pela gestão. São os analistas que definirão quais custos estão acima do previsto, sua raiz e onde é  possível fazer cortes sem afetar os resultados. Muitas vezes é interessante consultar os colaboradores para saber a opinião destes e medir o nível de comprometimento da equipe com as mudanças propostas. Ao envolver a equipe na definição de metas, todos sentirão que fazem parte do projeto. O cliente é outra personagem que não pode ser prejudicada com estas reduções, seja na qualidade do serviço prestado, no prazo e no produto entregue e até mesmo no pós-venda.

RH

Há de se definir claramente qual o regime que a empresa adotará para os funcionários. No último post em nosso blog, mencionamos que a folha de pagamento representa uma grande fatia dos custos, logo, faz sentido tentar enxugar a folha de pagamento. Para fazer isso, devemos estimular a produtividade e o gerenciamento de tempo, encurtando as horas extras e o banco de horas. O reflexo não será sentido apenas no pagamento dos salários, mas também na redução da conta de energia elétrica, telefônica e todas as outras que estão ligadas ao funcionamento do ambiente de trabalho. O empregado também ganha em ter mais tempo livre e qualidade de vida.

Vale também ficar atento à rotatividade de funcionários, pois os custos de admissão e demissão pode inflar seu gasto mensal. Investe-se em treinamento constante e no final, um projeto poderá não ser concluído pelas mãos de uma única pessoa ou equipe. Mão de obra temporária pode ser economicamente mais viável para necessidades com prazo determinado.

INFRAESTRUTURA 

Neste item podemos falar de corte em pequenas e grandes coisas. Cabe aqui incentivar a equipe a substituir o copo de plástico por um de vidro, o copo de café por uma xícara, aproveitar a luz do dia e trabalhar com a janela aberta, otimizando o gasto com energia. Também podemos tirar melhor proveito da internet. Já que este custo é fixo, pense em ir além da comunicação via e-mail. O uso do Skype para ligações locais e interurbana ajuda a reduzir a conta de telefonia. Outro assunto bastante lembrado é a quantidade de impressões desnecessárias. Adotar a impressão nos dois lados da folha, usar papéis descartados como rascunho e pensar antes de apertar a tecla print reduz o gasto com papel e cartucho de tinta, além do uso do maquinário. Num cenário mais amplo, dividir o custo com o cliente pode ser uma solução (por exemplo repassar o frete e logística para o comprador ou fornecedor). Quando se tem um quadro de colaboradores grande, pode-se utilizar transporte fretado ao invés de conceder benefício avulso.  

FINANÇAS 

Se você não está a par das regras tributárias, a consultoria de um contador será de grande ajuda. É possível diminuir a quantia gasta com impostos aderindo ao regime tributário adequado. Os regimes de Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional têm alíquotas diferentes, além de créditos e deduções próprios. Outra maneira de economizar é renegociar dívidas, juros e taxas de administração com instituições financeiras. Rever valores com os clientes inadimplentes também é uma maneira de obter um fluxo de caixa com saldo positivo.

TECNOLOGIA 

Uma vez que estamos sempre conectados, usar as redes sociais como plataforma de marketing, comunicação e promoção tornou-se rotina. É um modo barato e de grande alcance do qual devemos tirar proveito. Quando falamos sobre softwares, há muitas soluções para uso gratuito, porém é válido investir em aplicativos pagos e que integrem as informações, o que é crucial para alavancar os negócios. Já no que diz respeito às máquinas, a manutenção periódica pode representar um custo fixo, porém também pode ser vista como uma economia, uma vez que não haverá perda de dados ou incapacidade de produzir.

Agora que você já sabe como cortar custos e ficar no azul, não se esqueça de analisar os resultados parciais. É importante saber se a meta definida tem chances de ser alcançada ou se é necessário alguma mudança para que tal aconteça.

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email