Como controlar a evasão escolar na minha escola?



A evasão escolar é um problema que cresce a cada ano, com cada vez mais estudantes abandonando os livros e as aulas, apesar dos esforços dos professores, dos pais e do governo para reverter essa situação.

Os motivos que impelem um aluno a abandonar a escola são vários: desinteresse pelos estudos, escola sem diferenciais de ensino e tecnologia disponível, vontade de trabalhar e ajudar os pais financeiramente, a crença de que o estudo não lhe ajudará a melhorar de vida, rendimento escolar baixo, inadequação ao ambiente escolar, lar desestabilizado, doença do aluno ou de algum familiar, envolvimento com drogas e até mesmo gravidez precoce.

Diante desse quadro, é necessário que os gestores e professores se conscientizem do fato de que a desistência do aluno em continuar indo à escola pode ser uma violência contra ele: o sintoma mais visível de uma série de violências que ele pode estar sofrendo como pessoa, que refletem diretamente na sua capacidade de se dedicar aos estudos.

Assim, a conduta a seguir não deve jamais ser de reprovação, mas sim de compreensão e acolhimento. Analisar cada caso em específico e procurar soluções pontuais. Mas para além dessa abordagem, como podemos evitar a evasão escolar em nossas escolas? Abaixo, trouxemos algumas sugestões.

Como evitar a evasão escolar

Acolhimento e atenção ao aluno

O aluno precisa se sentir querido na escola. Ser chamado pelo nome, ter atenção, ouvido atento às suas dificuldades, acompanhamento constante. Principalmente nos casos em que os professores e gestores saibam que existe maior vulnerabilidade.

Deve-se observar o comportamento e o rendimento do aluno na escola. Se ele começa a ter notas baixas, faltar bastante ou mudar o comportamento (ficar mais agressivo, mais indisciplinado, ou mesmo mais apático), não esperar o aluno desaparecer da escola passivamente. Nesses primeiros sintomas, já é tempo de intervir e procurar saber os motivos dessas mudanças.

Comunicação com os pais

Isso pode ser um problema, principalmente quando o aluno vem de lares desfeitos ou desajustados. Porém, uma conversa franca e direta com o responsável legal pelo aluno, fazendo-o compreender a importância do estudo na vida da criança/adolescente, solicitando sua cooperação, pode ajudar e muito na retenção do aluno na escola.

É muito difícil conseguir a frequência do aluno na instituição sem a participação dos responsáveis. Em casos extremos, o Conselho Tutelar pode inclusive ser acionado para auxiliar, quando a escola esgotar seus recursos.

Procurar tornar as aulas mais atrativas

Na maioria das vezes o jovem deixa de estudar porque perde o interesse na escola e não vê sentido prático no que está sendo ensinado. Inovar um pouco, oferecer atividades interessantes extra classe, sugerir excursões, gincanas, trabalhos em grupo, coisas que despertem o interesse do aluno na aula e que propiciem momentos de interação e divertimento – o aluno precisa se sentir fazendo parte da aula. Mostrar que o conteúdo ensinado pode ser relevante para ele e que sim, tem aplicação na vida cotidiana.

Oferecer diferenciais de ensino

O aluno pode estar matriculado, motivado e frequentando regularmente as aulas, porém, outra escola pode ter diferenciais que a escola atual não oferece. Devido a isso, ele pode acabar abandonando a instituição para entrar em outra, aparentemente mais atrativa. Manter a escola bem equipada, tendo uma boa infra-estrutura, bons professores, bom atendimento e tecnologicamente atualizada, ajuda a evitar esse tipo de evasão escolar. É também bastante útil entrar periodicamente em contato com os pais, mostrando os progressos do aluno, bem como a proposta pedagógica da escola. Essas informações podem auxiliar os pais a perceberem que é melhor para a criança/adolescente que ela seja mantida na escola atual.

Ajudar e apoiar o aluno em suas dificuldades escolares

Muitas vezes o aluno se desinteressa da escola porque não consegue aprender. Aulas extras de reforço podem ser muito úteis nesse sentido, auxiliando o aluno em suas dificuldades escolares, de modo que ele possa se sentir mais motivado e não mais defasado em relação aos outros.

Como sua escola tem agido nos casos de evasão escolar? E quais as medidas preventivas que ela tem utilizado? Acha as medidas efetivas ou há algo que possa ser melhorado? Compartilhe conosco!

banner-captação-alunosBanner_Blog_Captacao-e-retencao_750x125

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

2 comentários em “Como controlar a evasão escolar na minha escola?”

  1. Gostei muito deste artigo,deu para clarear meu raciocinio. Se possível envie outros no meu email

    Responder
    1. Author Image WPensar disse:

      Oi, Ana!

      Dá uma olhadinha na nossa página de materiais educativos: http://wpensar.com.br/materiais-educativos
      Lá tem vários materiais com dicas de gestão e educação.
      Te mandei no seu e-mail também!

      Um abraço!

      Responder

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email