Como atrair bons educadores para sua escola



Atualmente, embora muitos esforços em contrário, a profissão de professor está cada vez mais desvalorizada, com um déficit sempre crescente de bons profissionais na área. Sabendo disso, todo administrador escolar deseja atrair bons educadores para a sua escola, porém nem todos podem pagar um salário acima da média como chamariz.

Porém, apenas pagar bons salários é garantia de um ensino de qualidade na sua escola? A resposta pode surpreender você: não, não é a única garantia de ensino de qualidade. Muitos professores considerados bem remunerados permanecem no cargo apenas por causa do salário, apresentando um desempenho ruim e faltando sempre que possível, se mostrando descontentes com a escola. Mas como atrair os melhores e motivá-los para que promovam um ensino de excelência? Salários altos são sempre bons, mas existem outras formas, confira:

Valorize o que você já tem

Muitos profissionais, especialmente após anos de profissão, tendem a ficar “paralisados”. Se não sentem respaldo e reconhecimento de seus superiores, mais do que dos pais e dos próprios alunos, se sentem desmotivados a continuar desenvolvendo um bom trabalho, principalmente porque os gestores e administradores escolares, mais do que ninguém, conhecem de perto a realidade de um educador, e deveriam ser os primeiros a valorizar suas ações.

Um feedback positivo é sempre muito bem-vindo, e ainda mais do que isso, é motivador e encorajador, pois poucas coisas são tão gratificantes para um ser humano do que se sentir acolhido, reconhecido e compreendido.

Ofereça capacitação de qualidade

Muitos caem no engano de obrigar o educador a frequentar cursos duvidosos de capacitação que pouco acrescentam à sua realidade na área. O profissional tratado dessa forma se sente frustrado e pouco disposto a aprender qualquer coisa no curso que você eventualmente venha a oferecer.

Se realmente pretende investir nisso, invista em algo que valha realmente a pena, e faça a diferença. Ou é melhor não fazer nada, pois você corre o risco de somente desperdiçar tempo e dinheiro, além de deixar uma péssima impressão nos professores.

Nem sempre só o cliente tem razão

Principalmente em escolas particulares, são as mensalidades pagas pelos pais dos alunos que mantém a empresa de pé. Porém, essa realidade muitas vezes faz os diretores e administradores irem apenas a favor dos pais, nas dificuldades que surgem entre alunos, pais e educadores. Procure ser justo e ouvir ambos os lados, dando razão a quem efetivamente a tenha. É pior perder um bom educador do que um mau aluno. Dê liberdade para que o professor fale com os pais abertamente.

Não engesse seus talentos

Currículos fechados, livros previamente escolhidos e atividades pré-definidas pelos pedagogos da escola inibem a capacidade do professor de inovar e de ousar. Dê autonomia para que os educadores sintam-se livres para criar e implementar seus próprios projetos, e mais ainda: dê suporte. Ouça as sugestões que esses profissionais têm sobre atividades em sala e projetos extraclasse com atenção e seriedade. Premie e recompense os melhores projetos. Certamente, surgirão ideias inspiradoras, que farão toda a diferença em sua escola.

Com essas atitudes, sua escola certamente será reconhecida como um ótimo lugar para se trabalhar e bons educadores se interessarão em trabalhar nela, independente do salário oferecido.

Qual a sua opinião sobre esse assunto? Compartilhe conosco nos comentários!

bn-perfil-do-professorAgende uma demo - Geral

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email