7 erros vitais que você pode estar cometendo na gestão da sua escola



erros_gestao

Dada a importância de uma boa gestão escolar para o sucesso de uma instituição de ensino com excelência no que faz, todos os aspectos do processo de gestão são de extrema importância e estão interligados. As gestões acadêmica, financeira e pedagógica precisam estar afinadas e nenhuma pode ser tratada em separado, sem que traga consequências às outras. E será que na sua escola isso está acontecendo? Muitas vezes o gestor comete erros sem se dar conta e alguns detalhes que podem ser melhorados, ou os erros corrigidos, refletirão na sua gestão – na boa gestão.

7 erros vitais na gestão de sua escola

  1. Falta de visão do negócio: seja qual for a formação do diretor/gestor – área administrativa ou pedagógica – o ideal é que ele tenha uma visão geral sobre todos os aspectos da escola, desde a operação, ao RH, financeiro, processos. Isso pode ser conquistado quando a gestão é complementada por profissionais de outras áreas. Normalmente um diretor/gestor é alguém que é da área pedagógica e que poderia contar com outro gestor na equipe, alguém responsável pelas rotinas administrativas e financeiras. Alinhar os objetivos entre as áreas também é fundamental.
  2. Falta de planejamento: seja um planejamento estratégico, tático ou operacional, para que se atinja êxito tanto nos processos administrativos quanto nos processos de ensino-aprendizagem. E quem melhor para ajudar a planejar do que quem conhece o dia a dia da escola? Envolva a sua equipe, mostre que na escola há uma gestão democrática e assim também poderá mais adiante cobrar mais enfaticamente os resultados. Faça um planejamento onde todos se comprometam, dando opiniões e assumindo suas responsabilidades. Nesse momento cria-se um plano com os objetivos a serem obtidos pela escola, estabelecendo as decisões que devem ser tomadas pelo diretor/gestor e quais as métricas devem ser acompanhadas para determinar o sucesso das iniciativas.
  3. Falta de transparência na relação com os pais de alunos: A escola deve criar uma conexão de confiança com seus alunos, deve aproximar-se deles e dizer o motivo pelo qual eles estão ali e o que se espera deles. Os pais precisam estar informados sobre o que acontece na escola do filho. Desde ocorrências disciplinares até o processo pedagógico que determinada atividade envolve. Não é um processo difícil, a tecnologia está aí para ajudar e levar informações em tempo real. Use-a a seu favor!
  4. Falta de quórum em reuniões presenciais com os pais: os pais sabem da importância desses encontros, mas temos que estar cientes de que a maioria das pessoas tem uma vida bastante atribulada e nem sempre conseguem conciliar a agenda. Neste caso, a escola pode disponibilizar através de um sistema online tudo relacionado às reuniões, onde os pais fiquem a par, por meio de relatórios, dos assuntos tratados, dos encaminhamentos que foram dados e decisões tomadas.
  5. Falta de um plano para lidar com a inadimplência: gerenciar os pagamentos não é tarefa fácil. Mapear quem está inadimplente, começar uma campanha para receber os pagamentos atrasados, isso tudo demanda tempo e muitas vezes há outras coisas consideradas mais importantes no momento. Essa verificação acaba ficando para depois, até que o dinheiro comece a sair da conta rapidamente e não se veja mais recursos entrarem. Daí a grande importância de se ter uma gestão financeira, que mantenha os dados atualizados e se crie formas de efetuar as cobranças dos pagamentos em atraso.
  6. Falta de um padrão para o gerenciamento de recursos: padronizar as rotinas de trabalho. Um exemplo: as compras de materiais. Para toda compra de material, fazer uma lista, levantar fornecedores, especificar o prazo que aqueles materiais irão durar e fazer cotações – isso inclui além de material de expediente, os insumos e materiais de limpeza. Nada de ficar comprando aos poucos, até porque se torna mais caro. Economiza-se fazendo pesquisa de preços e comprando tudo de uma só vez.
  7. Falta de acompanhamento do rendimento dos professores: toda boa escola acompanha, através do coordenador pedagógico, o rendimento de seus professores. Isso é primordial e fator decisivo na educação dos alunos. É também a forma de identificar eventuais problemas na aprendizagem, mapear se há problemas com o método ou com as pessoas envolvidas – os alunos e o professor.

Observar esses pontos e identificar o que mais há para melhorar, vai fazer com que problemas sejam solucionados, erros sejam reparados e isso irá melhorar de forma muito significativa o andamento dos processos administrativos e pedagógicos da escola.

Que outros erros você tem visto na gestão das escolas? Comente abaixo e vamos trocar experiências!banner_ebook-os-desafios-para-uma-gestao-de-sucesso_750x125

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email