3 ações essenciais para evitar acidentes na escola



Quem convive com crianças sabe que elas não param um segundo e que precisam de vigilância constante, seja em casa ou na escola. Caso contrário, é bem provável que acidentes possam ocorrer. Para evitar acidentes na escola, é necessário que os gestores tomem algumas medidas e invistam em prevenção, no treinamento de todos os funcionários da escola e no próprio espaço físico da mesma.

1. Melhor prevenir que remediar

Para começar, toda a escola tem que ter uma enfermaria ou pelo menos os materiais de primeiros socorros. Se possível, a escola deve disponibilizar um profissional em tempo integral para atendimento em caso de imprevistos.

Além disso, é fundamental que a escola ofereça treinamento aos funcionários, focando sempre na prevenção e nos primeiros socorros. Os gestores podem fazer um dia diferenciado com a presença de enfermeiros, paramédicos e bombeiros para que todos possam falar de seus trabalhos e funções, já que são de áreas correlatas.

2. Aplicar a teoria na prática

Que tal exemplos práticos durante as palestras? Com o auxílio dos especialistas, professores, funcionários e até os alunos podem, por exemplo, praticar a RCP (ressuscitação cardiopulmonar), entre outras ações de primeiros socorros.

É preciso também planejamento. Além do treinamento especializado e de visitas de profissionais da área da saúde, é necessário olhar para o espaço interno da escola. Como? Simples: os gestores devem identificar locais no espaço escolar onde a propensão de acidentes possa ser maior e investir em equipamentos para evitá-los.

Vejamos alguns locais dentro do ambiente escolar a serem verificados e adaptados para uma proteção maior dos alunos e, consecutivamente, de todos:

  1. A quadra da escola: verificar se o piso está firme, se não há materiais enferrujados, quebrados e se há proteção para a arquibancada;
  2. Laboratórios e salas de aulas: especial atenção às quinas de mesas e bancadas ou de qualquer outro objeto ou móvel, investindo em protetor de quina;
  3. Fiação: fiação exposta nem pensar! É preciso sempre verificar a fiação, tomadas, aparelhos, pois dependendo da idade da criança, ela não tem noção alguma do perigo que corre ao, por exemplo, mexer em fios, colocar dedo ou outros objetos em tomadas;
  4. Brinquedoteca e/ou sala de jogos: crianças adoram se jogar no chão, por isso, a proteção é obrigatória. Uma ótima ideia é reforçar o chão com o chamado piso emborrachado, que pode ser colorido, com desenhos, números e letras para atrair a atenção das crianças;
  5. Treinamento de todos os funcionários da escola para situações de risco às crianças.

3. Saber quais são os acidentes mais frequentes no ambiente escolar é essencial

  • Brigas: arranhões e até mesmo machucados sérios podem ser adquiridos por meio de discussões e brigas. Para evitá-las, é interessante haver mediadores para ajudar nos desentendimentos e brigas. Pense em alunos mais velhos como orientadores e mediadores dos mais novos.
  • Durante as aulas: seja durante a prática esportiva ou na aula de artes, prevenção é a palavra. Sempre converse com os alunos, explicando o uso de materiais corretamente, o desenvolvimento das atividades e combinados na hora da educação física, por exemplo, para impedir futuros acidentes.
  • Hora do recreio: é uma festa e um corre-corre para todos os lados. É hora de brincar e também de prestar atenção nos encontrões, escorregões, ter mediadores ou professores presentes no parquinho da escola, por exemplo.

O objetivo é a prevenção e, para que ela aconteça, todos da comunidade escolar devem estar preparados, com conhecimentos para ajudar. Tem enfermaria na escola? Perfeito! Caso não tenha, treine uma equipe de funcionários para ajudar em algum atendimento um pouco mais grave e, se necessário, para que se possa levar o aluno ao hospital.

 

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email