10 dicas para melhorar o rendimento escolar de seus alunos

10 dicas para melhorar o rendimento escolar de seus alunos



Enquanto gestores de uma instituição de ensino, temos o desejo sincero de ver nossos alunos aprendendo e evoluindo e nos desapontamos quando isso não acontece. No entanto, é essencial saber que o rendimento escolar dos estudantes é resultado de uma série de variáveis, que incluem ações e hábitos dos próprios alunos, dos educadores e dos gestores escolares.

Como podemos auxiliar as crianças e adolescentes a obter o máximo aproveitamento de seus anos escolares? Listamos nesse artigo 10 dicas que sua escola pode aplicar agora mesmo. Confira!

1. Trace objetivos claros e definidos

O gestor escolar precisa saber o que deseja alcançar, ou seja, qual o resultado almejado. Você, enquanto gestor, quer que o aproveitamento geral de seus alunos aumente em 30 ou 40%? Em quais matérias? Até qual data? É essencial estabelecer um objetivo, pois não há como atingir resultados positivos sem que estes sejam de alguma forma mensuráveis.

2. Aplique uma avaliação teste

Explique aos estudantes que eles farão uma avaliação para medir o desempenho geral da escola. Peça aos professores para explicar com cuidado que a nota desta avaliação não constará em sua média escolar, porém peça a eles para que façam o teste com a maior dedicação possível, pois por meio dele será possível montar um diagnóstico do ensino da escola e dos rendimentos individuais de cada estudante.

3. Especifique os meios para atingir seus objetivos

Uma vez corrigidas estas avaliações, agrupe os resultados das provas por disciplina e nota e avalie cada grupo. Por exemplo, no grupo das avaliações que tiraram entre 4-6 nas provas de matemática (supondo que a avaliação valesse 10), quais foram os principais erros cometidos? Erros conceituais, de aplicação prática da teoria? Entendimento das questões? Ou falta de atenção? Monte um esquema de aulas extras e , exercícios que você considera importantes para que os alunos possam evoluir a partir daquela etapa. Avalie também o que pode ser alterado no planejamento das aulas e na didática e/ou metodologia aplicada para suprir as carências do grupo discente.

4. Incentive os alunos

Observe o progresso dos estudantes e parabenize-os pelo seu esforço. Brindes simples, porém significativos para os alunos, incluem adesivos de medalhas ou de cumprimentos e material escolar. Marque uma reunião com os responsáveis de cada aluno para mostrar o quanto seu filho evoluiu.

5. Utilize recursos sempre que possível

Crianças e adolescentes são bastante visuais. Explore essa habilidade ao orientar os professores para que utilizem materiais como figuras, cartazes, objetos em miniatura como globos terrestres, entre outros itens, para promover uma maior compreensão das matérias. Levar os alunos a ambientes diferentes da sala de aula, como parques ou museus, pode estabelecer uma grande diferença na apreensão dos conteúdos. Peça aos professores para usar exemplos que façam parte do cotidiano dos alunos, pois isso desperta o interesse.

6. Compartilhe sua visão para a instituição de ensino

Faça com que professores e alunos saibam qual é a visão dos gestores para a instituição. Excelência? Aprovações no vestibular? Personalização de conteúdos? Inclusão? Compartilhe as suas ideias para que a comunidade se engaje na busca para realizá-la.

7. Mostre a evolução de seus alunos

Fixe um quadro em local acessível com um gráfico que mostre como seus estudantes estavam no início do programa de melhoria e como estão agora. Deixe este quadro visível a todos, para estimulá-los a conseguir ainda mais. Lembre-se de não identificar os alunos, mas apenas mostrar estatísticas gerais do grupo.

8. Incentive seus educadores a buscarem por excelência

Os professores são os principais responsáveis pelo progresso dos alunos. Para motivá-los, promova encontros e debates nos quais eles possam trocar ideias e metodologias de ensino. Incentive que os educadores frequentem cursos de especialização e workshops da área, e forneça material de estudo para todos.

9. Busque por recursos materiais

Há várias editoras de livros e organizações como consulados e ONGs que podem ceder materiais didáticos para aulas. Converse também com os pais e pergunte se é possível que eles forneçam materiais das empresas nas quais trabalham para as aulas práticas das disciplinas.

10. Escolha um prêmio para todos os envolvidos no processo

O que você pode dar aos professores que atingirem suas metas? E aos alunos, em geral? Além da satisfação que terão quando alcançarem os objetivos, para estimulá-los ainda mais pense em prêmios que vão trazer uma melhoria para o cotidiano de todos. Que tal um novo computador na sala de professores? Ou a reforma da quadra da escola?

Quais métodos sua instituição de ensino utiliza para melhorar o rendimento dos alunos? Compartilhe conosco nos comentários.

banner_wpensar-demonstracao-do-produto_750x125

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

3 comentários em “10 dicas para melhorar o rendimento escolar de seus alunos”

  1. Author Image Francisco disse:

    Nossa! Muito bom o material, bastante enriquecedor…

    Responder
  2. Author Image marleme disse:

    Gostei muito do material, muito enriquecedor era o que estava procurando. Gostaria de receber por email.

    Responder
    1. Author Image WPensar disse:

      Olá Marlene, que bom que gostou do material! Para receber mais dicas e outros materiais assine a nossa newsletter, é gratuita e toda 4ª feira você receberá em seu email bastante novidade! Clique neste link para se inscrever: http://materiais.wpensar.com.br/blog-vamos-mudar-a-educacao-grupowpensar

      Obrigado

      Responder

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email