Smartphones e Tablets – Vilões ou aliados da escola?



A tecnologia invadiu todas as áreas de nosso cotidiano e, atualmente, é impossível imaginar a nossa vida sem ela, não é mesmo? Se os adultos estão cada vez mais inseridos na realidade digital, imagine os jovens que nasceram e estão crescendo em meio a revolução tecnológica. A formação escolar de crianças e jovens, por exemplo, já apresenta mudanças comportamentais e exige que o sistema de ensino e a legislação se adaptem às novidades, de forma que a tecnologia passe a coexistir com os demais métodos usados nas escolas. Em contrapartida, recentemente, alguns estados brasileiros homologaram leis que proíbem o uso de tablets e smartphones em sala de aula. Afinal, seriam esses dispositivos portáteis, vilões ou aliados no processo de aprendizado dos alunos?

Ajudam ou atrapalham?

Responder a essa pergunta com apenas uma das alternativas acima seria dar uma resposta muito simples a um questionamento extremamente complexo. A utilização de dispositivos portáteis em sala de aula para fins não educacionais e sem o consentimento do professor, obviamente, atrapalha, não só o aprendizado e a concentração do aluno, como também o desenvolvimento da aula. No entanto, se bem utilizado, o uso desse tipo de aparelho pode aliar a necessidade que os jovens de hoje em dia sentem em estar sempre conectados, com as diversas ferramentas que a internet coloca à disposição de alunos e professores para auxiliar no processo pedagógico e, de quebra, ainda facilitar a vida dos professores.

O X da questão

Se você ainda não entendeu se os tablets e smartphones são vilões ou aliados do sistema de aprendizado de jovens e crianças, perceba que o problema não está nos dispositivos em si, mas sim em sua má utilização. A raiz da questão está no fato de que a tecnologia está aí e é um processo sem volta. Por isso, é necessário se adaptar à ela e criar um novo modelo de ensino. Não se trata mais de uma opção, mas de uma necessidade do sistema de ensino para sobreviver em meio a tantas e rápidas mudanças.

Veja nesse post como administrar tablets em sala de aula

É necessário que as escolas parem de deixar a tecnologia de lado e aprendam a conviver e utilizar cada vez mais as ferramentas digitais a seu favor, seja dentro ou fora da sala de aula. Utilizar bem ou mal tais ferramentas é o fator que será decisivo para responder se os dispositivos móveis são amigos ou inimigos nessa corrida pedagógica.

Alguns benefícios

Recentemente a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO – publicou um guia com algumas recomendações para que os governos implantem políticas públicas, que utilizem os smartphones como recursos de aprendizado nas salas de aula. Segundo o guia, são diversos os benefícios encontrados na utilização dos dispositivos portáteis. Conheça alguns deles:

  • amplia o alcance e a equidade em educação,
  • inclui alunos com deficiência,
  • otimiza o tempo na sala de aula,
  • permite que se aprenda em qualquer hora e lugar,
  • constrói novas comunidades de aprendizado,
  • dá suporte e aprendizado in loco,
  • aproxima o aprendizado formal do informal,
  • melhora a comunicação.

Qual sua opinião sobre esse assunto? Compartilhe conosco nos comentários!

wello-banner-landing-comunicacao-escolar-750x125

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email