bullying na escola

Bullying escolar – Saiba como afastar esse fantasma da sua instituição



Bullying na escola – entenda o que e esse termo significa:

Antes de falar sobre bullying na escola, precisamos entender o que esse termo significa. O bullying é uma palavra inglesa que vem de bully (tirano, valentão). O termo passou a ser usado há pouco tempo e significa ações repetidas, violentas e intencionais realizadas à uma pessoa vista como mais “fraca” pelo agressor e que pode causar danos físicos e psicológicos permanentes em quem o recebe.

Entre os diversos tipos de bullying escolar,  estão os apelidos vexativos, atos de ridicularizar, zombar ou até mesmo bater em alguém. O normal é que a vítima passe a temer os agressores e que fique reclusa, chorosa ou até mesmo apresente mudanças bruscas de comportamento e passe a ser mais agressiva. Já os responsáveis por essas agressões normalmente possuem algum tipo de influência e poder de intimidação, além de se considerarem mais fortes que as pessoas que perseguem.

Às vezes, a einstituição não está preparada para lidar com questões que envolvem o bullying escolar por não saber como se comunicar de forma eficaz com os alunos e pais. E, geralmente, quem sofre bullying na escola fica calado e tende a se isolar, aceitando aquilo que esteja acontecendo. Inclusive, este comportamento continua em casa, quando o quarto é o único refúgio. São os adolescentes, em sua maioria, que sofrem com esse tipo de “abuso”e é preciso tomar muito cuidado para que o caso não se torne grave. Tanto os pais quanto a escola necessitam compreender que o bullying escolar é algo sério e que os alunos devem aprender a respeitar um aos outros. Neste cenário, uma comunicação escolar eficiente entre as partes envolvidas pode combater ações relacionadas ao bullying.

Reconhecendo e identificando o bullying na escola

Em uma escola, numa sala de aula, se o professor for engajado com os alunos e com a escola, saberá identificar quem pratica bullying e quais suas vítimas. Isso porque não é difícil reconhecer comportamentos raivosos, causados pela impulsividade e ignorância. Às vezes, um mesmo estudante já sofreu bullying e se vê preparado para se vingar ou até mesmo é tão popular que precisa sempre ser dominador da situação. Os docentes precisam redobrar a atenção para identificar os casos mais graves de indisciplina e devem sempre informar à direção da escola sobre os estudantes que demadam mais atenção.

Conscientize professores, pais e alunos sobre o bullying escolar

Muitas vezes, as vítimas de bullying não informam aos pais e às autoridades da escola sobre os abusos sofridos, porque acreditam que ninguém poderá ajudá-las. Além disso, em grande parte dos casos, os próprios agressores ameaçam as vítimas para que fiquem em silêncio, fazendo com que tenham medo de pedir ajuda e agravando ainda mais a situação.

Por isso, a forma mais adequada para acabar com a prática do bullying é a informação. As vítimas precisam saber que podem sim contar com os pais e com a escola para serem ouvidas e amparadas e, os agressores, precisam saber que serão punidos por essa prática

A escola precisa estar preparada para lidar com esse problema e deve contar com a ajuda adequada para cada caso. É papel da escola ajudar a desenvolver as habilidades dos estudantes de lidar e respeitar as diferenças e, por isso, ela deve atuar ativamente no combate ao bullying, conscientizando a todos da comunidade escolar sobre o que é e como combater esse fantasma.

Uma das práticas mais utilizadas pelas insituições de ensino é fazer um informativo via papel para alunos, professore e pais esclarecendo o que é o bullying escolar e que a instituição atua no combate a esse tipo de comportamento. Porém, por não permitir a interação e discussão do assunto entre os públicos esse material pode não ser tão efetivo. O ideal é que a escola conte com ferramentas mais dinâmicas como as redes sociais e os aplicativos de comunicação escolar, por exemplo. Nas redes sociais, a escola pode publicar imagens, notícias e vídeos inspiradores de alunos que conseguiram vencer o bullyng na escola, incentivando seus estudantes a combaterem o problema.

Já os aplicativos de comunicação escolar são mais efetivos e podem ser utilizados de forma mais frequente para:

-Enviar notificações aos pais sobre os casos de indisciplina dos seus filhos

-Enviar notas de conscientização anti-bullying para todos da comunidade escolar

-Informar sobre reuniões de pais e eventos de prevenção ao bullying escolar. com confirmação de leitura e participação dos responsáveis

-Informar aos pais sobre desvios de comportamento dos filhos e orientá-los a ficarem mais atentos também em casa, etc.

Além disso, a escola também pode contar com um canal anônimo de contato para que essa prática seja denunciada, principalmente por aqueles alunos que sentem medo de contar a verdade.

Crie um ambiente antibullying na sua escola

Com essas práticas abordadas acima é possível criar um ambiente no qual os alunos possam debater e aprender sobre a igualdade, humildade, respeito, diversidade e comportamentos sociais adequados.

Aprender a respeitar as diferenças e as opiniões diversas faz do aluno um indivíduo mais preparado para compreender o mundo e agir de forma ética e saudável em situações cotidianas. O ideal é fazer com que o aluno reflita sobre o seu modo de viver para prevenir os atos de bullying na escola.

Incentive o aluno a se comunicar

Como abordamos, na maioria dos casos o bullying na escola continua a acontecer porque quem sofre desse mal não se sente seguro para se comunicar. O ideal é que você mostre aos seus alunos e também aos pais deles, que você possui apoio para esses casos e que eles podem te contatar sempre que precisarem.

Marque reuniões com os responsáveis pelo ato e também da vítima e explique o caso e como isso está impactando na vida dos seus alunos. Isso te ajudará não apenas a mostrar o cuidado que tem com esse assunto, mas a importância que o bem estar de seus alunos tem para você.

Dê palestras educativas e chame especialistas sobre o bullying na escola

Não há nada melhor para os alunos de sua escola do que receber orientação sobre o assunto. É preciso que você saiba que palestras educativas irão inserir as crianças e adolescentes nesse universo e permitirão que você pontue a gravidade do problema com eles.

É possível combater o bullying nas instituições de ensino. Trabalhar na comunicação pode ser a solução.

Como sua instituição atua na prevenção do bullying escolar? Gostou das nossas dicas? compartilhe conosco nos comentários

banner-ebook-bullying-cartilha1-750x125-_editado

Author Image

Por WPensar

Desenvolvemos a melhor e mais completa plataforma de gestão escolar para instituições de ensino, otimizando a capacidade gerencial e oferecendo uma nova visão da administração.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine e receba nossos posts direto no seu email